tecnologia na educação

Tecnologia na Educação: como inovar em sala de aula

Cada vez mais a tecnologia abre espaço para um ensino personalizado, dinâmico e mais atrativo. Confira nossas dicas e saiba como inovar em sala de aula com diferentes ferramentas digitais.

 

O uso da tecnologia na educação já é uma realidade em grande parte das instituições de ensino. Inteligência Artificial (AI), Internet das Coisas (IoT), gamificação, robótica e programação já são temas abordados em muitas escolas. Mas como as tecnologias podem facilitar o trabalho dos professores e melhorar a experiência do aluno?

 

Existem algumas iniciativas e ferramentas que podem despertar ainda mais o interesse dos alunos em sala de aula, além de auxiliar os professores em seus processos diários e aproximar os responsáveis da escola. Separamos para você algumas para você. Confira!

 

1 – Adote novas metodologias

 Ao invés de aulas tradicionais, procure interagir com os alunos de forma mais dinâmica. Projetos que incentivam o protagonismo dos alunos possibilitam que eles desenvolvam suas competências.

Exemplos do dia a dia, o ensino colaborativo, as experiências científicas e o uso da tecnologia são algumas das formas de atrair a atenção dos alunos. Além disso, palestras, debates e apresentações podem ser uma maneira de inovar durante rotina em sala de aula.

Essas atividades estimulam o desenvolvimento de competências cognitivas e socioemocionais, valorizando o trabalho em equipe e desenvolvendo habilidades de comunicação.

 

2 – Gamificação na educação

 

“Gamification” ou “Gamificação”, é o processo de aprendizagem lúdica, por meio de jogos. A aplicação da gamificação é utilizada nas escolas como estímulo para atrair e engajar os estudantes. Ela funciona para despertar interesse, aumentar a participação, desenvolver criatividade e autonomia, promover diálogo e resolver situações-problema.

Além disso, você não precisa aplicar a gamificação em jogos já existentes. Você pode explorar a gamificação por meio de dinâmicas com a turma, o importante é trabalhar desafios ou missões que ajudem na aprendizagem.

 

3 – Aposte na sala de aula invertida

 A ideia da sala de aula invertida transforma a lógica de organização da sala de aula. Com o apoio de recursos interativos, os alunos aprendem os conteúdos em casa e aproveitam o tempo que estão na classe para resolver exercícios, tirar dúvidas com o professor e aprofundar a discussão.

 

Leia também: A sala de aula do futuro: 5 boas práticas do aprendizado ativo

                                             Metodologias ativas no espaço maker: 4 estratégias para transformar o aprendizado

 

4 – Ensino de robótica e programação

Melhor do que brincar é aprender a construir o seu próprio brinquedo. Programar nada mais é do que criar uma série de instruções para se alcançar um objetivo. Com essa aprendizagem crianças e adolescentes podem criar jogos, aplicativos, programas para sistemas operacionais e uso no dia a dia, entre outras habilidades.

 

É com esse pensamento – e tornando lúdica a aprendizagem – que a robótica também tem ganhado cada vez mais espaço nas escolas, oferecendo diversos benefícios para alunos.

 

5 – Ferramentas de comunicação

 Cada vez mais, as instituições de ensino estão em busca de novas formas de interagir com os alunos e responsáveis e utilizam a tecnologia como auxílio. Uma delas são os aplicativos de comunicação escolar e nisso a Agenda Edu pode te ajudar!

 

A agenda digital mais utilizada do país facilita e aproxima a comunicação entre escolas e famílias. Nela, a escola consegue enviar mensagens em tempo real para os alunos e  responsáveis, informa sobre o dia a dia dos alunos, lição de casa, comunicados, eventos e muito mais! Tudo para deixar a comunicação mais eficiente e aproximar a família da rotina escolar.

 

Quer saber mais sobre tecnologia na Educação e outros assuntos educacionais? Você pode conferir artigos da Agenda Edu aqui no blog do Nave à Vela ou acessando nosso blog, Jornada Edu.

comentários