projeto escolar inovador

Como montar um projeto escolar inovador em 9 passos

Trabalhar com projetos escolares junto do aluno possibilita integrá-lo a diferentes conhecimentos e, por meio das tarefas e desafios propostos, estimular o desenvolvimento de algumas habilidades técnicas e competências socioemocionais. Mas muitas vezes surge a dúvida, como montar um projeto escolar inovador?

Você vai precisar de uma equipe disposta e multidisciplinar para tornar o seu projeto realidade. Junte alunos, professores, coordenadores e outros atores no âmbito escolar. Se possível, escolha alunos de idades diferentes e professores de várias disciplinas. Cada um carrega experiências e conhecimentos que podem acrescentar e muito no desenvolvimento do seu projeto.

Como montar um projeto escolar inovador em 9 etapas:

Reúna sua equipe e siga as 9 etapas essenciais para montar um projeto escolar inovador e tirar suas ideias do papel. São elas:

  1. Escolha da Temática ou Problema;
  2. Contextualização ou Investigação do tema;
  3. O famoso Brainstorming ou Chuva de Ideias;
  4. Definição de Critérios para seleção das ideias;
  5. Cronograma;
  6. Divisão de Tarefas para começar a execução;
  7. Fase de Testes e Prototipagem para validação das ideias;
  8. Desenvolvimento da Solução Final;
  9. Documentação de todas as etapas do desenvolvimento do projeto.

1. Temática ou Problema:

Trata-se do primeiro passo para realizar qualquer projeto. Considere os desafios que podem ser resolvidos com propostas inovadoras e que fazem parte do contexto escolar. É importante nessa fase ouvir alunos, professores, pais e outros envolvidos na escola, entender suas principais dores e determinar quais são os pontos em comum dos problemas listados.

Escolher solucionar um problema que atinge a maioria, facilita engajar mais pessoas para a construção dessa solução. Nessa fase, é importante fazer boas perguntas para delimitar o tema/problema a ser trabalhado, e tem uma ferramenta bem legal pra te ajudar, aqui.

No geral, um projeto escolar inovador também pode ser para desenvolver novos produtos e/ou serviços para a comunidade.

2. Contextualização ou Investigação:

Nesse momento é importante deixar todos da equipe do projeto na mesma página. De acordo com o tema escolhido, é necessário pesquisar e entender mais a fundo o problema a ser resolvido, quais são suas possíveis causas e consequências. Isso pode ser feito através de aulas teóricas, pesquisas de conteúdo e entrevistas.

Incentive os membros da equipe a conversar com pessoas que vivem em contextos parecidos, elas podem estar passando pelo mesmo problema e todas as informações coletadas ajudam muito. É importante registrar todas esses dados, pois eles vão servir para a validação das próximas etapas.

Como parte do processo, podem-se criar personas, que são personagens com as mesmas características do público-alvo, que se deseja atingir com essa solução.

3. “Brainstorming” ou Chuva de Ideias:

Depois de identificar o problema e entender mais a fundo o que o tem causado, chegou a hora de listar as possíveis soluções. Como sugestão pra esse momento, reúna o grupo que irá trabalhar nesse projeto em uma sala, distribua papel e caneta e determine um período entre cinco e dez minutos para anotar todas as ideias possíveis!

Quando se pensa em como montar um projeto escolar inovador essa é uma das fases mais importantes, por isso é essencial deixar a mente livre e não se prender ao que pode ou não dar certo. É possível fazer várias rodadas para complementar as ideias iniciais.

Deixamos aqui algumas dicas para realizar um brainstorming e ter um bom resultado:

  • Uma conversa por vez;
  • Quantidade importa: procure gerar o máximo de ideias possíveis;
  • Construa sobre a ideia dos outros;
  • Encoraje ideias malucas;
  • Seja visual;
  • Mantenha o foco, fique no assunto proposto;
  • Não faça críticas, nem julgamentos.
post it para Como montar um projeto escolar inovador
Post its foram criados para o Brainstorming. Cores diferentes facilitam muito a organização das ideias.

4. Ideação:

Já com algumas ideias listadas, é o momento de desenvolver melhor cada uma delas e selecionar algumas para a próxima etapa. Separe um momento para discutir a fundo cada ideia proposta e liste as motivações e consequências da sua realização.

Para facilitar o processo, pode-se listar critérios de exclusão ou de priorização. Se a sua escola não pode gastar com esse projeto inovador, esse pode ser um dos critérios. Ou se a sua escola precisa incluir o projeto dentro de um calendário pré-definido, tempo de execução é um critério a ser avaliado. É interessante usar a votação para decidir quais ideias devem ir pra fase de testes.

5. Cronograma:

Quando pensamos em como montar um projeto escolar inovador prazo é um fator delicado e importantíssimo para um bom resultado. Pense em todas as etapas listadas aqui e determine quanto tempo será necessário para realizar cada uma delas. Considere as entregas, quem são os responsáveis por cada tarefa e os recursos necessários para executar cada uma delas.

Fique atento: projetos longos demais tendem a ser cansativos e correm o risco de serem abandonados no meio do percurso. Prefira estabelecer prazos mais curtos para cada fase, pois assim, fica mais fácil manter o ritmo de desenvolvimento e satisfação da equipe.

6. Divisão de Tarefas:

Cada pessoa tem mais facilidade em executar determinadas tarefas e, quando se trata de um projeto em grupo, cada peça é extremamente importante para o todo. Na hora de dividir as tarefas, leve em conta as principais habilidades de cada um, para que se sintam confortáveis com as responsabilidades recebidas.

Olhe para o seu time, e veja quem é o mais organizado, essa pode ser uma boa pessoa para cuidar do cronograma geral e lembrar os demais os prazos que precisam ser cumpridos. Com certeza, tem também, aquele que adora lidar com números e pode se dar muito bem administrando os recursos disponíveis. É legal também estimular que cada um realize tarefas novas, mesmo que não se sintam muito à vontade com elas, para que desenvolvam outras habilidades e aprendizados. Essa é uma excelente oportunidade para explorar a colaboração e empatia que o grupo vai desenvolver durante a execução do projeto. Quanto mais multidisciplinar for a equipe, melhor o resultado, pois cada um tem um ponto de vista diferente do outro, mesmo se tratando de um problema em comum, e isso ajuda muito na hora de aprimorar a solução.

cronograma para como montar um projeto escolar inovador
Além de ajudar na organização, o cronograma, facilita a criação de uma rotina de desenvolvimento de projetos.

7. Testes ou Prototipagem:

A fase de testes é importantíssima quando estamos planejando como montar um projeto escolar! Leve em consideração que erros são permitidos e muito bem-vindos, ou seja, não se preocupe em acertar de primeira. O processo de erro e acerto leva a novos resultados e estimula o desenvolvimento do pensamento crítico e da criatividade.

Quando os membros do grupo conseguem perceber quais as melhorias podem ser aplicadas no projeto, a partir da prototipagem, conseguem chegar à uma solução muito melhor. Esse também é o momento para levar a solução pra apresentar para outras pessoas e receber uma validação do quanto o seu projeto realmente resolve o problema inicial e deixa os envolvidos mais felizes. Depois de testar e receber os feedbacks, já pode começar a pensar no produto final.

8. Solução Final:

Chegar ao final do caminho percorrido e ter a certeza de que aprendeu, cresceu e conseguiu desenvolver uma solução excelente para o problema definido, proporciona aos envolvidos uma enorme satisfação. Depois da prototipagem e validação com os envolvidos, foque em desenvolver o produto final. Nessa etapa você vai descobrir se o seu projeto escolar inovador é ou não um sucesso.

9. Documentação:

Utilize todo o material e crie um documento para registrar seu projeto. É interessante seguir uma estrutura que tangibilize todas as etapas realizadas. Um sugestão é organizar os principais tópicos e descrever brevemente o que foi realizado em cada um deles. Dedicar-se a uma boa documentação facilita o processo de como montar um projeto escolar inovador uma segunda ou terceira vez.

Comece pelo Tema, registre o processo de escolha do tema, a pesquisa e definição do problema que se propôs a solucionar. Em seguida, inclua as informações e dados coletados na etapa de Contextualização e que influenciaram diretamente o andamento do projeto. Em Brainstorming e Ideação deixe registrado as ideias pelas quais passaram e algumas referências. O Cronograma e a Divisão de Tarefas também determinaram etapas importantes e servirão de guia para outros projetos. Na fase de Testes e Prototipagem, registre toda a evolução do projeto, desde o primeiro protótipo até a fase do produto final.

Conclusão

Realizar projetos escolares inovadores estimula os alunos a saírem da rotina e enxergarem as possibilidades de resolver os problemas reais à sua volta. Essa é, sem dúvida, uma habilidade que influencia e ajuda em outras diversas situações da vida. O exercício de olhar em volta e conseguir identificar problemas que podem ser resolvidos com soluções simples, é essencial pra qualquer área de atuação profissional.

Neste post você recebeu algumas dicas de como montar um projeto escolar inovador e é legal ressaltar que essas etapas e ferramentas podem ser usadas para desenvolver projetos em qualquer outro contexto. Ah, tem mais:

  • Projetos não precisam ser caros – não se prenda a recursos financeiros! Existem projetos incríveis feitos a partir de coisas muito simples. Observe mais o que está à sua volta. Tudo pode ser usado como matéria-prima, seja criativo e inovador!
  • Registre tudo! – fotos, vídeos, relatórios, tudo facilita bastante o entendimento de cada fase do projeto. E é muito legal pra usar em exposições ou apresentações. Vale também como material de referência pra quem quer fazer um outro projeto e não tem ideia de por onde começar.

E você, tem mais dicas ou tem experiência em como montar um projeto escolar inovador? Compartilha com a gente!

Facebook Comments